IRANI MACHADO – ÍNDIA

Notícias da Miss. Irani Machado – Índia
“E, enquanto Paulo os esperava em Atenas, o seu espírito se comovia em si mesmo, vendo a cidade tão entregue à idolatria”. (Atos 17:16)

Prezados irmãos, graça e paz!

Na minha caminhada com o Senhor – durante esses doze anos de ministério – já presenciei muita coisa estranha, muita pobreza e carência de Deus. A semana passada, passei na casa de um casal Brasileiro em Varanasi, onde está o rio Ganges. Para começar, quando queríamos nos referir a um pastor, dizíamos “P” e missionários, “M”. O trabalho é totalmente escondido. Ao caminhar pelas ruas, me sentia como Paulo em Atenas, meu espírito se comovia, vendo a cidade tão entregue à idolatria. Chegamos a ir nos templos. Um dos templos é conhecido como o templo dos macacos. Centenas de macacos vivem lá e são adorados. Ao entrar, recebemos instruções para não incomodá-los.

Em poucos minutos andando de barco pelo Ganges, vimos dois corpos boiando sobre as águas. No mesmo local tinham pessoas mergulhando, pescando, crianças fazendo aula de natação e outros fazendo o ritual de purificação. O rio Ganges é adorado como um deus. Todos os dias, multidões vem adorar nas escadarias. Varanasi, é uma cidade santa para o hinduísmo. É uma das cidades mais antiga do mundo. Segundo história tem 5000 anos. E em todos esses anos tem sido escravizada pelo príncipe das trevas. Os dálits, a casta mais baixa da Índia, são oprimidos pelos de castas mais alta. Tem o local específico para morarem. Vivem na miséria e sem esperança de vida eterna.

Irmãos, Deus nos chamou com um propósito. E um dos propósitos é levar o evangelho nos quatro cantos da terra.

Desafio:

Quero desafiar meus amados irmãos a orarem pela Índia todos os dias. Seja na hora da devocional de manhã ou na hora das refeições. Separe alguns segundos e clame a Deus para que os perdidos sejam salvos. Ore também pelos missionários que estão aqui pagando um preço para que a palavra alcance os corações sedentos.

No Amor do Pai, Irani Machado “

O Editor