DARLY E ADEILSON

Estamos na JOCUM há 12 anos. Nesse tempo trabalhamos como família envolvidos com treinamento e discipulado de jovens que estão na missão ou que vêm por períodos de treinamento através dos programas e projetos que temos desenvolvido.

Eu (Darly) tenho trabalhado na base como assistente social.  Não é um trabalho remunerado financeiramente, mas gratificante. Aqui na JOCUM temos um abrigo onde recebemos meninos de 6 a 12 anos que estão em processo de destituição familiar, e como assistente social tenho atendido a esta necessidade trabalhando com as crianças que vivem em situação de vulnerabilidade.

Também tenho ajudado em um novo projeto que tem como objetivo criar uma casa de acolhimento para meninas de 6 a 12 anos. Estamos empenhados em dar cor, forma e vida a esta casa. É algo novo e desafiador, mas não podemos ficar alheios a necessidade de meninas que vivem nas ruas se prostituindo, sendo abusadas e sem perspectivas. Queremos cuidar e ajudar as famílias a cuidarem de suas meninas. Estamos orando por esse importante desafio.

Tenho dividido o meu tempo de trabalho ajudando na logística da JOCUM, cuidando e preparando alojamentos para voluntários e alunos, organizando o almoxarifado da hospitalidade. Também auxilio Adeilson, meu esposo, no trabalho dele com o Projeto Niko, que alcança jovens e adultos de igrejas e pessoas que conhecem a Deus através deste projeto. Também faço parte do departamento jurídico, algo novo, mas importante na busca de organizar documentos para os nossos projetos. Dou assistência na escola que temos na base do maternal ao 5° ano, trabalhando e liderando uma equipe de técnicos: assistente social, advogada, psicóloga e psicopedagoga. Pessoas que fazem parte da missão e que doam suas habilidades profissionais para a construção do Reino de Deus. Este ano também entrei no concílio pastoral da base, Adeilson já fazia parte há três anos, e agora estou com ele neste desafio de auxiliar a liderança.

Ainda cuido das minhas crianças, pois sou mãe de dois meninos. No fim do dia ajudo nas atividades escolares de Beni, meu primogênito que está na alfabetização, e de Caio, meu caçula. Não posso esquecer-me das atividades domésticas; tenho uma casa e três homens; ter tudo organizado é um desafio! Sempre estamos de portas abertas para receber todos que passam na nossa casa para dar um “oi”. Sempre terminamos orando e aconselhando os que passam por aqui. Alguns jovens chamam nossa casa de refúgio, é bom saber que somos referência de família para eles e também para os que estão de passagem, mas que buscam essa referência.

Adeilson é responsável pela manutenção da base. Organiza as reformas, construções e todo tipo de manutenção das instalações da JOCUM.  Ele também é responsável de assessorar a equipe de abordagem de rua e trabalha com os esportes usando o futebol e artes marciais como estratégia para discipular, trabalhar cidadania e inclusão social.

Pedidos de oração:

Por nossa família; Saúde; Finanças; Proteção e para a todo tempo nos mantermos fiéis no nosso chamado em missões.

O Texto acima foi Publicado no Boletim Semanal nº 1079, de 19/06/2016


Graça e Paz.

– É muito bom podermos estar tendo oportunidade de escrever e estar mantendo contato com você que ora conosco e faz parte do nosso CHAMADO temos nos sentido desafiados a cada dia buscar o coração de Deus aos PROPÓSITOS de servi-lo em missões. Nos tem sido árduo como relata na bíblia incompreendidos ao deixarmos, tantas coisas e o que seria para alguns OPORTUNIDADES, para nós são renúncias opções OBEDECER, estarmos em uma rotina bem diferente das que encontramos no dia a dia quando nos envolvemos apenas em atividades AS QUAIS CHAMAMOS SECULAR, onde hoje temos o entendimento que TODAS, são sagradas porque DEUS nos chama aonde estamos para sermos LUZ, a fazermos diferença como filhos conhecedores da VERDADE, e PROPÓSITOS DE DEUS, para os HOMENS. Está no centro da vontade de Deus sabendo que temos você na retaguarda conosco, nos afirma que fizemos a escolha certa de OUVIR A DEUS e ao seu CHAMADO e que os dias e noites que passamos em nosso trabalho o investimento em vidas que fazemos, os projetos que realizamos não soa em vão.

ACONTECIMENTOS

SETEMBRO foi um mês de DESAFIOS, tivemos fim de mais um período de treinamento com a escola de ETED, um novo desafio de estar ajudando ao treinamento de novos obreiros ajudando aos novatos em missões a se adaptarem e inseri-los em rotina de missões, como preparação para o início da escola FTS, com foco em treinar pessoas a estarem trabalhando com missão integral e discipulado comunitário, como no alcance a lugares remotos onde através de ações sociais de longo e médio prazo revelamos o amor e verdades de DEUS PARA O HOMEM, tivemos um momento tenso ao sermos parte de uma abordagem policial em nossa propriedade no fim de setembro, onde por sermos mata um grupo de traficantes refugiou-se em nossa propriedade e a polícia efetuou uma busca, onde nos sentimos protegidos por Deus diante do acontecimento como tem no texto: Se o Senhor não vigia a seara em vão…. vimos neste momento como o Senhor nos guarda, principalmente porque nossa casa é a primeira da propriedade e ficou no foco do ocorrido que foi justamente no horário que paramos para almoçar e todos estávamos em casa para o tempo em família e crianças chegando da escola, a partir deste dia estamos orando por nosso portão e grades na casa, porém ainda é algo para o futuro dentro da nossa realidade de finanças.

A FTS iniciou no fim de setembro a escola de FUNDAMENTOS PARA TRANSFORMAÇÃO SOCIAL que ensina pessoas a desenvolverem trabalhos me comunidades países e projetos sociais, to total somos 4 obreiros Darly/Adeilson, Fabiane/Daniel; dividimos o trabalho com discipulado trabalhos tem sido dias corridos Darly está ajudando a treinar novos obreiros e trabalharem com treinamento ao tempo que dirige a FTS, responde como Assistente social da base e onde este mês tivemos várias situações com os meninos da casa de acolhida onde o trabalho de busca devido a evasão de alguns meninos e preparação de relatorios e atendimento aos meninos da casa e o trabalho em casa com Beni e Caio. Adeilson tem administrado o tempo entre a escola, e acompanhamento a BASE DE JOÃO PESSOA que está sob os cuidados de JOCUM RECIFE, preparação do NIKO em NOVEMBRO, como também implantando o mesmo em outras localidades. Recentemente esteve em JOCUM MACEIÓ treinando uma equipe da base e de uma igreja local no Acampamento de Niko, estando desenvolvendo trabalhos de manutenção e Concílio das Base e Discipulado. Temos orado por nosso TRABALHO E CHAMADO DE DEUS, tem nos FALADO a sermos colunas, recebemos esta semana uma palavra sobre o rio onde em nossa casa estaria correndo um rio e com águas fortes que traria cura a quem banhasse nela, somos a primeira casa da base estamos de frente para a comunidade que trabalhamos, todas as pessoas que entram ou saem da base passam por nossa casa e algo para alguns cansativo, pois sempre estamos acolhendo pessoas e todos os DIAS estamos de trabalho porque cuidamos de pessoas, oramos por elas e somos participantes da vida delas no discipulado e trabalho ministerial, temos uma comunidade local que MANTEMOS RELACIONAMENTO, entendemos como Deus tem nos chamado a fazermos diferença, caminhar com ELE estar no CENTRO DE SUA VONTADE….

Boletim 995, de 16/11/2014 ____________________________________________

Concluiremos no próximo Boletim (996)….


Conclusão – Boletim 996, de 23/11/2014

Nosso chamado: Entendemos que, apesar das dificuldades que tem sido difíceis de passar por elas, nos firmamos nas verdades de Deus para nossa família: saúde, finanças.

– Aos que são nosso suporte em Missões que tem sido fiéis e vencido desafios para nos ajudar no nosso trabalho.

FAMÍLIA nosso trabalho nos mantêm distantes de parentes queridos mas em nossas orações estamos mantendo eles bem perto.

– Pelo NIKO DE NOVEMBRO é um acampamento que alcançamos cristãos e não cristãos onde aos participantes tem um tempo de conhecer DEUS fora da zona de conforto e prepara jovens para liderança, trabalho em equipe, renúncia e intimidade com Deus.

– Pela Escola FTS estamos com 3 semanas a cada dia um desafio, estamos precisando de apoio com as crianças (Beni e Caio) para desenvolvermos o trabalho, mas eles tem sido guerreiros em  estarem com os pais e os desafios em missões.

– Finanças, temos a cada dia vencido gigantes e Deus tem nos abençoado com o maná de cada dia!

– Por nossos projetos como JOCUM Recife e o trabalho com a Casa Esperança com meninos de vivência de rua onde Darly dá assistência, a escola Herança Cristã onde Beni e Caio estudam, não temos condições de assinar carteiras das professoras mas para escola continuar a funcionar a Missão teve que dar um passo de fé e como Missão temos mais um desafio e este projeto precisa de ajuda e investimento. Orem conosco em prol de mantenedores para escola temos do maternal ao 5º ano e as mensalidades são simbólicas ao que precisamos como missão pagar as professora e alcançarmos a comunidade através da escola como forma disciplinar e passar conhecimento de Deus e acadêmico as crianças e famílias trabalhadas.

Agradecemos as orações por acreditarem em nosso chamado e mesmo distantes estarem orando, investindo e sabendo que o Reino de Deus cresce, mesmo quando não tocamos nos frutos mas sabemos que somos parte da colheita deles porque estamos alcançando vidas quando investimos em Missões. Família Vaz: Adeilson, Darly, Beni e Caio.

Contribuições:

Banco do Brasil – Ag. 3504-1 – C/Corrente: 24266-7

E-mail: [email protected] 81-9928-9212


– Graça e Paz!  Quanto tempo estamos correndo com trabalho, e idas e vindas a médicos. Estamos buscando deixar nosso trabalho em dia;  eu na escola, onde estamos tentando organizar a parte administrativa e pedagógica, e agora um novo desafio da Casa Esperança, onde trabalhamos com resgate de meninos com passagem pelas ruas do Recife. Temos conseguido que, em alguns dias na semana, uma pessoa fique com Beni, nosso filho, e nas quartas-feiras temos a filha de um dos casais da base que fica com ele; então podemos trabalhar enquanto a Ana Selling cuida dele, e, nos outros dias quando podemos pagar, temos uma pessoa da comunidade.
     – A gravidez está indo bem, apesar que está bem diferente da gestação de Beni. o Caio ‘mexe’ muito! está com sete meses e com 30 cm –  e eu não tenho ganhado muito peso, o que para, na visão do médico – é bom, mas ele mandou-me cuidar mais da alimentação – nosso desafio – além do enxoval de Caio (em gestação); desfiz-me de muitas coisas de recém-nascido… temos ainda os cueiros e lençóis de berço, mas com muitas coisas abençoamos outras crianças que nasceram depois de Beni – aqui na Missão. Fizemos um ‘chá de fraldas’, o que foi legal, pois aqui na Jocum somos duas grávidas. O meu bebê nascerá no início de maio e o outro no final de maio – e ambos são meninos! então o ‘chá de fraldas foi para nós duas‘.
     – Nossas finanças não estão muito bem. Termos que pagar a mensalidade e despesas pessoais… Nosso desafio é sairmos em abril com a dívida paga para passarmos o período de resguardo em Campina, cuidando do bebê e organizando as coisas. Pretendemos ficar o final de abril e todo mês de maio em Campina – e com o pensamento de ficarmos mais um tempo, o que ainda não está confirmado, mas, caso não conseguirmos quitar nosso débito, ficarmos por tempo indeterminado.
     – Em fevereiro o trabalho foi bem intenso aqui. Tivemos oImpacto e a missão ficou cheia. Adeilson esteve trabalhando ativamente. Estivemos em Recife, Olinda e Camaragibe realizando evangelismo. Foi bem impactante como pessoas, em meio à folia,  entregaram suas vidas a Deus e renunciaram ao pecado, e à vida sem direção, deixando a luz da verdade guiá-los  e confessando Jesus como seu Salvador.
     – O trabalho na escola está bem ativo. As crianças novatas estão sendo impactadas pela metodologia que usamos de discipulado através da educação. Estamos orando por novos professores e apoio para material didático e material de expediente; então estamos aceitando ofertas de birôs e quadros  usados que estejam em bom estado de conservação para suprirmos as necessidades da escola.

Agradecemos as orações e ajuda de todos – e, certos que, o que fazemos é obediência ao chamado do Senhor em nossas vidas!!!!

Adeilson, Darly e Beni.


Como estamos… Deus de promessas

Estamos em JOCUM envolvidos com o trabalho voltado a comunidade local, seja na escola de educação infantil e ensino fundamental, seja nas atividades de manutenção da base e trabalhos voltados aos conselhos da cidade, como também nos problemas enfrentados pela comunidade, que espera ouvir palavras de conforto e direcionamento para tomadas de decisões. As batalhas que temos enfrentado têm sido bem difíceis, tanto financeiras como espirituais, devido às retaliações do inimigo diante do que temos feito; porém, Deus tem nos sustentado e feito milagres.

Milagres que vêm debaixo da promessa, e Deus tem movido corações e abençoado as pessoas que tem feito de missões um alvo, e investido na vida dos missionários. Somos gratos ao Departamento de Missões da Igreja Congregacional Central pelo suporte, que foi neste tempo em que estamos em Campina Grande – nos abençoando com pagamento das mensalidades atrasadas. Estamos em Campina desde o final de abril. Caio nasceu no dia 09 de Maio e estamos esperando ele fazer um mês para retornarmos a Jocum, para retornarmos às atividades. Nossa expectativa é de recomeço e de milagres. Após o parto, Darly está em tratamento. Devido ao duto obstruído, ela não consegue amamentar o Caio com a mama direita totalmente. Tivemos que introduzir leite não materno e ela está passando por seções de pulsão na mama. Esperamos continuar em Recife com o tratamento – ou que Deus opere antes de viajarmos, e que ela melhore.

Vivemos um período de milagres, da espera, e da concretização deles. Nnos últimos dias vivemos um dos mais lindos milagres da vida com a chegada de Caio, após vivermos a ansiedade dos nove meses de gestação com tantas coisas acontecendo em nossas vidas, ministério. Com a Família, podemos ter o tempo de refrigério ao chegar em Campina Grande – em encontrar amigos e família que nos acolheram a estão cuidando de nós. Estamos vivendo milagres de Deus, como também vivendo a expectativa da concretização de outros. A quem espera e para nós duas palavras:

ESPERAR e CONFIAR.  

(Concluiremos no próximo boletim)

No Domingo à Noite – dia 17 de Junho de 2012, o Pr. André Moraes realizou a Consagração do pequeno Caio (filho do casal Darly/Adeilton). Este importante momento foi realizado na Igreja Evangélica Congregacional de Campina Grande – Centro – PB – Brasil.


ARCOS E FLECHAS
Deus nos faz como flechas que acertam o alvo, vivendo um novo tempo, não só sendo flechas lançadas as nações, mas sendo o arco usado por Deus para lançar jovens, treinando-os, capacitando-os, tem sido intenso estar na retaguarda do campo de missões, sendo referencia para outros e ajudando-os a estarem em missões tempo integral, e desafiador pensar que os jovens que recebemos na missão e que capacitamos ao estarem retornando as suas igrejas para desenvolverem seus dons e talentos serão os futuros lideres, pastores, presidentes, professores, que serão arco na vida de outros jovens de nossos filhos que hoje são crianças que nos acompanhando nesta correria que é nosso trabalho em missões.
O NOVO TEMPO DE DEUS
COMO ESTAMOS – Estamos envolvidos com o impacto da Copa, trabalhando com a logística ajudando organizar listas de serviço, recebendo equipes, orientando-as em manutenção e trabalhos e em suas necessidades, acompanhando equipes em diversos lugares, especificamente Adeilson com o desafio semanal de estar indo a João Pessoa para acompanhar os trabalhos da base de JOCUM na Paraíba onde estamos passando pelo um processo de transição. Para o final de julho estamos planejando o NIKO os preparativos já começaram e tem sido paralelo a tudo que tem ocorrido na nossa base e que estamos envolvidos. Para setembro temos a escola de desenvolvimento comunitário FTS, como também agora iniciando como base os preparativos para o TakeAction.
O QUE ACONTECEU!!
Desde maio coisas incríveis nos tem acontecido, ao tempo em que em nosso ritmo de trabalho aumentou, o ritmo do trabalho de forma oposta, primeiro os óculos de Darly quebraram e passou muito tempo sem podermos comprar novos, mas Deus é bom e recebemos óculos o grau aumentou bastante, pois foram muitos meses sem o uso adequado do óculos, depois, nosso armário de cozinha desabou perdemos todos os copos de vidro, e boa parte das xícaras, ainda não conseguimos repor, temos muitas prioridades e copos e xícaras ainda não entraram na nossa lista, estamos usando copos de plásticos , eles pelos menos não quebram, tivemos que comprar uma bateria nova para o carro que usamos, que é emprestado, a nossa geladeira quebrou e não teve concerto precisamos comprar outra e tivemos que usar um cartão emprestado para dividimos e estamos com mais uma conta para pagar, as crises de alergia alcançou a todos e o consumo de medicamentos aumentou, o cachorro que adotamos desapareceu, viajamos a Paraíba e quando regressamos a pessoa que estava cuidando dele nos falou que ele saiu em um dia e desde então ele não retornou, tínhamos 3 tartaruguinhas “jabuti filhotinho” e todas morreram explicar sobre isto para o Beni e Caio está sendo um desafio.
Os meninos estão de férias nosso desafio de trabalhar e esta em casa com as crianças aumentou estamos com um grupo de pessoas nos ajudando com as crianças, mas não e sempre que podemos ter, família faz parte do nosso chamado, os cuidados com nossas crianças é uma prioridade, mas em nosso trabalho precisamos de ajuda para cuidar deles, nem sempre eles podem estar conosco no trabalho que fazemos, e precisamos de ajuda para cuidar deles, e muitas vezes de pagar por esta ajuda, algo que não podemos, mas que precisamos.
Em junho fizemos 7 anos de casamento um bom ano para se comemorar, algo que não fizemos bem, pois estamos com dificuldades financeiras e gastos e supérfluos estão sendo cortados, temos muito trabalho, mas isto em missões não significa muitas entradas, geralmente quando temos muito trabalho é quando as finanças diminuem bastante, mas Deus tem nos dado o maná de cada dia e podemos acolher em nossa casa os amigos de missões que também tem passado por suas limitações dentro de missões.
ACONTECIMENTOS DE JOCUM/RECIFE
No inicio de junho tivemos o NationstwoNations , “Nações para as Nações um evento com preletores de vários lugares do mundo onde se falou viveu e desafiou pessoas e a nos missionários a irmos mais e mais as outras nações seguindo o ide de Jesus , reunimos igrejas , lideres e missionários a refletires e atenderem o chamado , paralelamente , tivemos um encontro com pastores locais e de Recife , para ora, e firmar compromisso de trabalharmos juntos como missão e igrejas .Estamos ate o dia 12 de julho com o impacto da Copa recebemos equipes com pessoas vindo de vários países como Korean, Estados Unidos, Noruega, Suécia, e de vários estados brasileiros, fomos a ruas no próximo ao estádio praças com impactos e mobilizações. Estamos com duas escolas acontecendo a ETED, e a outra e CER, onde se capacita pessoas a trabalharem com crianças em risco, nossas construções e o desafio de pagar o piso do centro de treinamento continua o piso está pronto mas ainda não terminamos o restante da construção e precisamos pagar por ela e levantar a estrutura do prédio, uma de nossas crianças da casa de acolhida esta sendo reintegrada a sua família , algo bom e que nos mostra que o alvo de recuperar crianças com vivencia de rua esta dando certo.

ADEILSON-DARLY-BENI-CAIO-FAMÍLIA VAZ

FONE: 04181-99282112/99290041

O Editor