Pr. REGINALDO/JACI

Casal/CE

Um começo intenso – Chegamos a Nazareno há pouco mais de dois meses. Um tempo incrível de avanço no projeto de desenvolver uma igreja saudável na fé que possa plantar novas igrejas. Um pequeno resumo.
Realizamos culto e jantar no Natal e Ano Novo.
Começamos um trabalho semanal de implantação de igrejas em uma comunidade quilombola a 15 km daqui;
Oferecemos um treinamento básico para professores de crianças e para os diáconos recém-consagrados antes de assumirmos a igreja;
Visitamos todos os irmãos e os estamos acompanhando por meio de aconselhamento pessoal;
Jaci começou a trabalhar cuidando da área espiritual de mais de 80 crianças da creche (CEBEM) da Missão.
> Próximos passos – Irmãos, Deus abriu muitas portas para o projeto de plantação de igrejas no interior do Brasil. Estamos compondo a diretoria da ‘Missão Eliaquim’, que coordena as duas igrejas que temos, em Nazareno e Ibiturana. Essa diretoria corajosamente abraçou nosso projeto e nos deu toda a liberdade para treinar estas igrejas. No primeiro semestre já temos uma agenda muito especial:
Inauguração do CETRO (Centro Evangélico de Treinamento de Obreiros), do qual Regi foi escolhido diretor.
 Realizaremos o primeiro treinamento oferecido pelo CETRO – o Seminário: Movimento de Plantação de Igrejas. Os alunos serão os pastores, presbíteros e líderes das suas igrejas;
Em abril Regi vai viajar com Wolter, diretor da Missão Eliaquim, para o Mato Grosso, onde estudaremos a filiação de um pastor que é indígena, já foi de nossa igreja em Ibiturana, e está plantando igrejas em uma área com 20 aldeias indígenas.
Neste mês Wolter viaja também com o pastor de Ibiturana para o sertão do Piauí, para firmar outra parceria com um pastor que já foi membro aqui e quer plantar igrejas conosco.
Deus preparou este lugar para realizarmos um sonho antigo que vem amadurecendo desde 2003. Ore conosco para que um grande movimento de igrejas saudáveis na fé se espalhe em distritos, povoados e pequenas cidades onde poucos querem ir.
O Preço: Amados, todos os dias aqui sentimos uma forte resistência espiritual sobre nós, sobre a Igreja, sobre a cidade. Sabemos que essa é a realidade de qualquer lugar neste mundo caído, porém, pedimos que nos ajudem em oração.
Carol está estudando emLavras, a 45 km daqui. Ela acorda às 5hs da manhã e só chega em casa 14hs. É muito puxado, mas não há outro modo;
A Igreja só tem 15 pessoas, nenhuma com experiência. Estamos à frente de todas as atividades no momento;
O diretor da Missão viajou em janeiro para a Holanda, sua terra natal, e lá descobriu um câncer e teve que fazer uma cirurgia às pressas. Ele estava divulgando a visão que estamos desenvolvendo aqui. Deus operou também, pois ele já recebeu o resultado de exames pós cirurgia: ele está limpo.
Muitas outras coisas têm acontecido que não cabe citar aqui. Entendemos que se não aumentar o número de irmãos e igrejas orando por nós não conseguiremos.
Gratidão: Carol fez uma prova de seleção para uma bolsa de estudos na melhor escola de Lavras: o Instituto Presbiteriano Gammon, uma escola centenária. Ela passou e recebeu 100% de isenção. Já está estudando graças ao nosso poderoso Deus.

Pr. Reginaldo, Miss. Jacilene e Carol

O Editor