“Onde JESUS chega, tudo muda!”

Acima de todo o principado, e poder, e potestade, e domínio, e de todo o nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro“. (Efésios 1:21).
Como é bom saber que Cristo está em todo tempo contemplando nossa vida, e quando buscamos fazer sua vontade que é boa, perfeita e agradável, tudo o que parece perdido, perecível, angustiante ou até mesmo impossível, Jesus muda.
Vemos em vários textos da Bíblia situações que Jesus mudou, e se você também crer NELE e convidá-lo sempre para ser parte integral na sua vida, em suas decisões, emoções, finanças e muitas outras áreas de sua vida, é certo que mesmo em tantas provações e adversidades Ele trará vitória. Como o próprio Jesus disse: “Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?” (João 11:40).
jesus_01Em Marcos capítulo 2, Jesus encontra um homem endemoninhado, que morava no cemitério, dormia em sepulcros. Este homem que vivia possesso por espíritos malignos, quando era preso depois se soltava, e ninguém podia contê-lo; mas quando Jesus chega, os espíritos malignos que possuíam este homem ao verem Jesus temeram e tremeram diante DELE; e agora liberto, o ex-endemoninhado, ajoelhado diante de Jesus, o adora (Mc. 5:19 e 20).
No mesmo capítulo de Marcos 5, Jesus estava diante da multidão e, de repente, um dos maiorais da sinagoga chamado Jairo, ao ver Jesus, roga-lhe pela sua filha morta que estava em sua casa. Com certeza o ambiente daquele lar estava angustiante, pessoas tristes, chorando. Jesus foi convidado por Jairo a ir até sua casa; Jesus, ao chegar na casa de Jairo, presencia um ambiente triste, mas quando Jesus tomou pelas mãos aquela menina, ela volta à vida (Mc. 5:41 e 42). Agora aquele lar não era mais triste.
Precisamos entender que a presença de Jesus é essencial na nossa vida, precisamos a todo instante de sua sabedoria, de sua orientação, do seu poder para sobrevivermos neste mundo.
Viver sem Jesus é a garantia de sermos afligidos por todo o tipo de dor, afligidos pelos demônios, afligidos pelos sentimentos que nos deprimem. Nome sobre todosJesus é nossa fonte de vida; precisamos sempre invocá-lo. Quando Jesus entra na batalha é certo que viveremos até o final desta batalha, e desfrutaremos sempre de sua vontade.
Não podemos deixar que a modernidade, o pecado, pessoas, situações, sistemas e outras coisas que podem ser perigosas para a nossa vida espiritual, familiar, emocional e etc., nos afastem do maior motivo da nossa existência, da razão da nossa vida, do salvador, do regenerador, do caminho, da verdade, da nossa vida, do nosso pastor, do nosso mediador, do nosso Senhor Jesus.
Convidemos sempre Jesus para estar em nossa vida em tudo, pois, onde Jesus chega, tudo muda: da tristeza a alegria, da depressão a determinação, das trevas para a vida, da possessão à libertação, da morte para a vida, do mundo pecador, para o Reino de Deus.

Pr. Aux. André Moraes

O Editor