“É hora de planejar”

Efésios 5:15-16 “Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus.”
Colossenses 4:5 “Portai-vos com sabedoria para com os que são de fora; aproveitai as oportunidades.”

POR QUE NÃO ATINGIMOS OS RESULTADOS PROPOSTOS POR NÓS?

Na nossa caminhada desejamos alcançar, conquistar e sermos vencedores sobre tudo que propomos a fazer ou obter. Porém, há muitas coisas que desejamos, não conseguimos alcançar e às vezes só ficamos com o pensamento: “Deus é poderoso para me abençoar”.
Realmente Deus é muito poderoso e pode nos dar muito mais, mas infelizmente nos acomodamos e não agimos fazendo a nossa parte para que as conquistas e vitórias de Deus aconteçam na nossa vida.

É claro que Deus não precisa da ajuda de ninguém, Ele é suficiente em Si mesmo, mas também Ele quer ver a nossa ação diante das circunstâncias.
Muitos dos nossos alvos propostos às vezes atingimos, e, noutros, ficamos frustrados. Mas devemos, mesmo assim, fixar alvos e estabelecer prioridades.

OS ALVOS NOS ESTIMULAM AS MUDANÇAS
Neste mundo, estamos sempre diante de muitas escolhas.
O sucesso depende da escolha certa, da opção viável. As pessoas vencedoras estabelecem alvos, priorizam e planejam bem.
Como servos de Deus devemos ter alvos inteligentes.
(2 Tm 2:15) – “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.” 
(2 Tm 2:16) – “Evita, igualmente, os falatórios inúteis e profanos, pois os que deles usam passarão a impiedade ainda maior.”

Sabemos que temos um Deus que pode nos dar inteligência e sabedoria para alcançar os alvos (Tiago 1.5). E se seus alvos foram esquecidos ou até mesmo apagados, veja a seguir o que poderá fazer!

RENOVAMOS NOSSA VIDA – RENOVANDO NOSSOS ALVOS
O cristão deve conduzir bem a sua vida. Não conseguirá isso sem aplicar-se à oração, à leitura e reflexão da Bíblia, à leitura de boa literatura, além da confiança de que Deus quer e pode ajudá-lo a atingir alvos superiores e inteligentes, principalmente os de efeito coletivo. Façamos alguns questionamentos:
1 – Quais os alvos que estabelecemos, procurando beneficiar os nossos familiares, nossa igreja e os nossos companheiros de trabalho? 2 – Como temos aproveitado nosso tempo? 3 – Quais os alvos prioritários em nossa vida?
(Mt 5:48) – “Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste.”

SE TEMOS ALVOS, DEVEMOS ESTABELECER PRIORIDADES
Observe alguns “provérbios populares” falados pelo mundo:
O Americano – Provérbio: “Não deixe para amanhã o que pode fazer hoje.”
O Europeu – “Deixe tudo que puder para amanhã, pois amanhã talvez não tenha de fazê-lo.”
Alvos, prioridades e planejamento nos conduzem a uma vida de propósitos e nos ajudam a equacionar problemas existenciais. O que é mais importante e o que é mais urgente? Que alvos devemos colocar em primeiro lugar? Quais os mais importantes?
Quem não sabe administrar o tempo não sabe estabelecer prioridades. Não devemos esquecer que acima dos nossos planos está a vontade soberana de Deus.

SE TEMOS ALVOS E PRIORIDADES, NECESSITAMOS DE PLANEJAMENTO
Quem planeja bem, poupa tempo.
Através do planejamento, podemos comunicar a nós mesmos e aos outros, aquilo que queremos.
(Lm 3:3) – “Andarão dois juntos, se não houver entre eles acordo?”
Se eu não sei para onde estou querendo ir, como poderei acompanhá-lo? Planejamento na vida do cristão ajuda verdadeiramente a compreender “qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”. O cristão quando faz, tem que fazer o melhor e da melhor forma.
Pior do que não planejar é planejar e não executar.
Para executar um planejamento devemos usar: habilidade, fé, coragem e determinação. Temos grandes desafios pela frente, à medida que vamos executando o que planejamos o Senhor nos dará graça e sabedoria para avançarmos cada vez mais.

Pr. André Moraes


Texto Publicado no Boletim Semanal nº 1.105, de 18/12/2016

O Editor