Aguardando Cristo acordados

Não podemos negar que às vezes lutas nos trazem desânimo, desistência e até mesmo nos enfraquecem; contudo, essas adversidades podem ser vencidas pelo poder de Deus.

Agora, nem sempre experimentamos o poder de Deus em algumas situações, e por quê?
A grande questão de não experimentarmos o poder de Deus e crescermos nas adversidades é o sono espiritual provocado pela religiosidade, pelo conformismo e mediocridade de uma vida cristã. Eu creio que o nosso Brasil está vivendo estes momentos difíceis, conturbados, sem equilíbrio e decadente, pelo fato que muitos cristãos estão despreocupados, pensando que Deus está no controle, e, por isso, não necessita mais orar, buscar, se converter, exercícios que chamam as ações de Deus para a nossa nação de perdão e cura. (2 Crônicas 7:14).
aprendendo-orarÉ importante mantermos uma vida ativa espiritual, tendo sempre a sensibilidade ao Espírito de Deus, de ter nossa cabeça cheia do óleo (Eclesiastes 9:8), de termos um coração aberto, palpável e penetrável como carne (Ezequiel 36:26).
Como podemos viver novas experiências com Cristo sem um mínimo de conhecimento d’Ele; como poderemos dizer que somos de Cristo se ainda não decidimos sair da roda dos escarnecedores? (Salmos 1:1). Como experimentaremos o sobrenatural e o espiritual se ainda mantemos entendimento meramente carnal? (2 Coríntios 2:14).
Jesus está voltando, e precisamos manter a lenha queimando no altar a noite inteira e, quando chegar o dia, tirar as cinzas e colocar mais lenha pra queimar no altar (Levítico 6:12, 13).
Precisamos aguardar Cristo acordados, não querendo depender apenas que alguém nos acorde como na parábola das Dez virgens (Mateus 25:1-9), e ainda bem que alguém gritou “lá vem o noivo!“… e se não houvesse quem gritasse? Certamente nem as cinco virgens prudentes que estavam preparadas entrariam para as bodas.
Estar acordado e sempre manter coração puro e mãos limpas (Salmo 24:4); ter busca perseverante (Mateus 7:8), não se envergonhar do evangelho (Romanos 1:16).
Certamente se nos levantarmos, despertamos do sono; levantarmos diante daqueles que estão mortos; veremos Cristo resplandecendo sobre a nossa vida (Efésios 5:14).
E aqueles que estão cheios do Espírito Santo certamente aguardam a volta de Cristo porque sabem que sua pátria não é aqui no Brasil, mas nos céus (Filipenses 3:20).
Mas se estivermos dormindo, nunca saberemos como é ver Cristo face a face.

Pr. André Moraes

O Editor